O que é mamotomia por estereotaxia?

A mamotomia por estereotaxia, é uma punção biópsia à vácuo, feita por agulha grossa, no tecido mamário que apresenta alguma suspeita de malignidade. É possível remover vários fragmentos de uma vez só, sendo que esse exame é indicado para mulheres que tenham microcalcificações que precisam ser avaliadas. Com maior material disponível, o resultado da biópsia costuma ser mais preciso.

diagnostico 13.jpg

Como é feita a mamotomia por estereotaxia?

A mamotomia por estereotaxia é feita com o auxílio de um mamógrafo ou ultrassonografia, também pode ser feito por ressonância magnética. O médico localiza a lesão para a retirada dos fragmentos que serão analisados em laboratório, posteriormente.  Após o procedimento, é comum que o radiologista deixe um pequeno clipe de titânio imperceptível no local da biópsia, com o objetivo de facilitar a realização de uma cirurgia posterior, se for o caso. Esse clipe não atrapalha em futuros exames.

 

                                                              Mamotomia em mesa dedicada, fragmento da lesão e colocação do clipe metálico

Quais são os tipos de Câncer?

Existem diferentes tipos de neoplasias malignas e as denominações dependem dos tecidos que as originaram.

Carcinomas. Começam na pele ou nos tecidos que revestem ou cobrem os órgãos internos. Existe muitos subtipos de carcinoma, incluindo adenocarcinoma, carcinoma de células basais, carcinoma de células escamosas e carcinoma de células de transição.

Sarcomas. Começam no osso, cartilagem, gordura, músculo, vasos sanguíneos ou outro tecido conjuntivo ou de suporte.

Quais os tipos comuns de câncer de mama?

O carcinoma ductal in situ (DCIS) é considerado um câncer de mama não invasivo ou pré-invasivo. Ductal significa que o câncer começa dentro dos dutos de leite, carcinoma se refere a qualquer câncer que se origine no epitélio (incluindo tecido mamário) que reveste ou cobre os órgãos internos, e in situ significa "em seu lugar original". A diferença entre o CDIS e o câncer invasivo é que, no CDIS, as células não se infiltram através das paredes dos dutos de leite para o tecido mamário circundante. O CDIS é considerado um 'pré-câncer', mas em alguns casos, podem se transformar em cânceres invasivos.

Carcinoma ductal in situ. Também conhecido como neoplasia intraductal, é considerado uma lesão precursora ou um câncer de mama pré-invasivo. Cerca de 20% dos novos casos de câncer de mama são de carcinoma ductal in situ. Quase todas as mulheres diagnosticadas neste estágio (in situ) da doença podem ser curadas, quando adequadamente tratadas.

 O carcinoma ductal invasivo (ou infiltrante) é o tipo mais comum de câncer de mama. Cerca de 80% de todos os cânceres de mama são carcinomas ductais invasivos. Carcinoma ductal invasivo refere-se ao câncer que rompeu a parede dos dutos de leite e invadiu os tecidos mamários. O carcinoma ductal invasivo pode se espalhar para os linfonodos e possivelmente, para outras áreas do corpo.

Carcinoma lobular invasivo. O carcinoma lobular invasivo começa nas glândulas produtoras de leite (ácinos/lóbulos) e corresponde a cerca de 10% dos cânceres de mama invasivos. Tem maior tendência de ser multicêntrico (vários focos) ou bilateral (ambas mamas). Pode ser mais difícil de ser diagnosticado pela mamografia do que o carcinoma ductal invasivo.

 

Tipos Especiais de Carcinoma de Mama Invasivo

Existem alguns tipos especiais de câncer de mama, que são subtipos do carcinoma invasivo. Eles são importantes pois representam prognósticos diferentes.

Carcinoma cístico adenoide.

Carcinoma metaplásico.

Carcinoma medular.

Carcinoma mucinoso.

Carcinoma papilífero.

Carcinoma tubular.

Alguns subtipos têm o mesmo ou talvez pior prognóstico do que o carcinoma ductal invasivo, e incluem:

Carcinoma metaplásico.

Carcinoma micropapilar.

Carcinoma misto (tem características de ducal e lobular invasivo).

Em geral, todos estes subtipos são tratados como carcinoma ductal invasivo.

Tipos menos comuns de Câncer de Mama

Câncer de Mama Inflamatório. É um tipo raro que representa cerca de 1 a 3% dos cânceres de mama. Caracteriza-se por sinais inflamatórios e tem a derme comprometida (pele em casca de laranja) e que geralmente não causa nódulo ou massa na mama. A mama afetada também pode ser maior ou mais firme, sensível ou com coceira. É comum uma erupção cutânea ou vermelhidão da pele. Essas alterações são causadas pelas células cancerígenas que bloqueiam os vasos linfáticos na pele. O câncer inflamatório da mama geralmente tem uma taxa de crescimento rápida.

Doença de Paget. Este tipo de câncer de mama começa nos ductos mamários e se dissemina para a pele da papila e para a aréola. É raro, representando cerca de 1% dos casos de câncer de mama. Afeta os ductos da papila primeiro e depois se espalha para a superfície da papila e a aréola. Um complexo aréolopapilar escamoso, vermelho, coceira e irritado são sinais da doença de Paget na papila. Uma hipótese para a causa da doença de Paget é que as células cancerígenas começam a crescer dentro dos dutos de leite na mama e depois penetram na superfície da papila. Outra possibilidade é que as células da papila se tornem cancerígenas.

Tumor filoides maligno. É um tipo de tumor de mama muito raro, correspondendo a 2% dos tumores, que se desenvolve no estroma (tecido conjuntivo) da mama, em contraste com os carcinomas, que se desenvolvem nos ductos ou lobos

Fibroepiteliais da mama, lesões mistas, sendo 80% dos casos representados por tumores benignos

Angiosarcoma. Este tipo de câncer começa nas células que revestem os vasos sanguíneos ou vasos linfáticos. Raramente ocorre na mama, mas são muito agressivos

Cânceres de mama triplo-negativos são os tumores que testam negativo para receptores de estrogênio (ER-), receptores de progesterona (PR-) e HER2 (HER2-) em um relatório de patologia. Esses resultados negativos indicam que o crescimento do câncer não é suportado pelos hormônios estrogênio e progesterona, nem pela presença de muitos receptores HER2.

Contate-nos

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Obrigado por enviar!

Icone-para-baixar-APP android 2.png
Icone-para-baixar-APP apple.png

Centro Médico Sorocaba

Botafogo

Rua Sorocaba, 464 - sala 202

Tel. 21 2537-0138 / 2539-5093

      Segunda, quarta e sexta-feira

Americas Medical City

Barra da Tijuca

Av. Jorge Curi, 550 - salas 252/253

Tel. 21 3264-4866 / 3264-4863

      Terça e quinta-feira

logo2.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn