Quais os tratamentos mais comuns para o câncer de mama?

Após o diagnóstico da doença, o médico discutirá com a equipe multidisciplinar e a paciente as opções de tratamento, que dependerão do tipo e estadiamento do tumor, localização, perfil prognóstico, avaliação oncogenética e estado de saúde geral do paciente.

Os principais tipos de tratamentos contra o câncer são:

Cirurgia. A cirurgia oncológica é o mais antigo tipo de terapia contra o câncer. É o principal tratamento utilizado para vários tipos de câncer, e pode ser curativo, quando a doença é diagnosticada em estágio inicial. A cirurgia também pode ser realizada com objetivo de diagnóstico, como na biopsia cirúrgica, alívio de sintomas como a dor, e em alguns casos de remoção de metástases.

 Quimioterapia. O tratamento quimioterápico utiliza medicamentos antineoplásicos para destruir as células tumorais. Por ser um tratamento sistêmico, atinge não somente as células cancerosas, como também as células sadias do organismo. De forma geral, a quimioterapia é administrada por via venosa, embora alguns quimioterápicos possam ser administrados por via oral e geralmente um esquema de poliquimioterapia (várias drogas). A quimioterapia de acordo com seu objetivo, pode ser curativa (quando usada com o objetivo de obter o controle completo do tumor), adjuvante (quando realizada após a cirurgia, com objetivo de eliminar as células cancerígenas remanescentes, diminuindo a incidência de recidiva e metástases à distância), neoadjuvante (quando realizada para reduzir o tamanho do tumor, visando que o tratamento cirúrgico possa ter maior sucesso) e paliativa (sem finalidade curativa, é utilizada para melhorar a qualidade da sobrevida do paciente).

 Radioterapia. É o uso das radiações ionizantes para destruir ou inibir o crescimento das células anormais que formam um tumor. Existem vários tipos de radiação, porém as mais utilizadas são as eletromagnéticas (Raios X ou Raios gama) e os elétrons (disponíveis em aceleradores lineares de alta energia). Embora as células normais também possam ser danificadas pela radioterapia, geralmente elas podem se reparar, o que não acontece com as células cancerígenas. A radioterapia é sempre cuidadosamente planejada de modo a preservar o tecido saudável, tanto quanto possível. No entanto, sempre haverá tecido saudável, que será afetado pelo tratamento, provocando possíveis efeitos colaterais. Existem vários tipos de radioterapia e cada um deles têm uma indicação específica dependendo do tipo de tumor e estadiamento da doença: radioterapia externa, radioterapia conformacional 3D, radioterapia de intensidade modulada (IMRT), radiocirurgia estereotáxica (Gamma Knife) e braquiterapia. A radioterapia pode ser utilizada como o tratamento principal do câncer, como tratamento adjuvante (após o tratamento cirúrgico), como tratamento neoadjuvante (antes do tratamento cirúrgico), como tratamento paliativo, para alívio de sintomas da doença, como dor ou sangramento, e para o tratamento de metástases.

 Hormonioterapia. É uma modalidade terapêutica que tem como objetivo impedir a ação dos hormônios em células sensíveis. Algumas células tumorais possuem receptores específicos para hormônios, como os de estrógeno, progesterona e andrógeno, e em alguns tipos de câncer, como o de mama e de próstata, esses hormônios são responsáveis pelo crescimento e proliferação das células malignas. Portanto a hormonioterapia é uma forma de tratamento sistêmico que leva à diminuição do nível de hormônios ou bloqueia a ação desses hormônios, nas células tumorais, com o objetivo de tratar os tumores malignos dependentes do estímulo hormonal. A hormonioterapia pode ser usada de forma isolada ou em combinação com outras formas terapêuticas.

 Terapia Alvo. É um tipo de tratamento sistêmico que utiliza medicamentos alvo moleculares que atacam especificamente, ou ao menos preferencialmente, determinados elementos encontrados na superfície ou no interior das células cancerosas. Cada tipo de terapia alvo funciona de uma maneira diferente, mas todos alteram a forma como uma célula cancerígena cresce, se divide, se auto repara, ou como interage com outras células. Os medicamentos alvo moleculares podem ser utilizados de forma isolada ou em combinação com outras formas terapêuticas.,

 Imunoterapia. É um tratamento biológico cujo objetivo é potencializar o sistema imunológico, utilizando anticorpos produzidos pelo próprio paciente ou em laboratório. O sistema imunológico é responsável por combater infecções, além de outras doenças. Atuando no bloqueio de determinados fatores, a imunoterapia provoca o aumento da resposta imune, estimulando a ação das células de defesa do organismo, fazendo que essas células reconheçam o tumor como um agente agressor.

Como definir o melhor tratamento?

Atualmente existem algoritmos ou diretrizes internacionais, permanentemente sendo atualizadas, que orientam todos os passos. O National Comprehensive Cancer Network  (NCCN) é uma rede de centros de excelência e disponibiliza, na internet, todos as recomendações terapêuticas (www.nccn.org). Este é o padrão ouro de tratamento e é totalmente baseado em evidências científicas

A decisão terapêutica inicial depende da forma de apresentação da doença. Podemos classificar como câncer de mama inicial, localmente avançado e metastático.

Em geral, as pacientes com câncer de mama em estágio inicial (até 2 cm) são submetidas a cirurgia primária (cirurgia conservadora ou mastectomia com reconstrução) e linfonodo sentinela da axila, com ou sem radioterapia (RT).

Após tratamento local, a terapia sistêmica adjuvante é indicada com base nas características primárias do tumor, como tamanho do tumor, grau, número de linfonodos envolvidos, status dos receptores de estrogênio (ER) e progesterona (PR) e expressão do HER2. No entanto, alguns pacientes com câncer de mama em estágio inicial (particularmente aqueles com doença HER2 positivo ou triplo negativo) podem ser tratados com terapia neoadjuvante primeiro, seguida de cirurgia.

3.jpg
Contate-nos

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Obrigado por enviar!

Icone-para-baixar-APP android 2.png
Icone-para-baixar-APP apple.png

Centro Médico Sorocaba

Botafogo

Rua Sorocaba, 464 - sala 202

Tel. 21 2537-0138 / 2539-5093

      Segunda, quarta e sexta-feira

Americas Medical City

Barra da Tijuca

Av. Jorge Curi, 550 - salas 252/253

Tel. 21 3264-4866 / 3264-4863

      Terça e quinta-feira

logo2.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn